Edital de Chamada Pública para Realização do Programa de Formação em Artes Cênicas em Macrorregiões Culturais do Ceará

Etapas de Execução

. Atendimento ao MROSC | 28/12/18 a 27/01/19
. Inscrições | 28/01 a 11/02/19
. Resultado Preliminar Habilitação da Inscrição | 15/02/19
. Resultado Após Recurso Habilitação da Inscrição | 21/02/2019
. Resultado Preliminar da Avaliação e Seleção da Proposta | 12/03/2019
. Resultado Final da Avaliação e Seleção da Proposta | 20/03/2019

 

 

 

i

Publicações do Edital

. Edital
. Anexo I – Termo de Referência
. Anexo II – Proposta
. Anexo III – Proposta de Plano de Trabalho
. Anexo IV – Declaração de Compromisso
. Anexo V – Formulário de Recurso
. Anexo VI – Minuta do Termo de Colaboração
Ficha de Inscrição
. Resultado Preliminar – Habilitação da Inscrição
. Resultado Após Recurso – Habilitação da Inscrição
. Resultado Preliminar – Avaliação e Seleção da Proposta
. Resultado Final – Avaliação e Seleção da Proposta

 

 

Contato sobre o Edital

Email: formacaoartescenicas@secult.ce.gov.br
Telefones: (85) 3101‐ 6783 (CCFOR)
Horário de atendimento: dias úteis, das 9h às 17h

O Programa de Formação em Artes Cênicas em Macrorregiões Culturais do Ceará é um projeto que pretende contribuir com a democratização e a descentralização dos processos formativos das artes cênicas do Ceará, em nível avançado,possibilitando um fluxo formativo das artes cênicas aos municípios três macrorregiões do Vale do Jaguaribe, Vale do Acaraú e Metropolitana (Fortaleza), tendo como sede do percurso formativo as cidades de Russas, Sobral e Fortaleza.

1.2. A Lei Estadual nº 16.026, de 01 de junho de 2016, que institui o Plano Estadual da Cultura, coloca entre seus objetivos e competências do Poder Público a democratização do acesso à produção e à fruição da cultura, bem como a promoção da circulação de bens, serviços e conteúdos culturais.

1.3. O Programa de Formação em Artes Cênicas em Macrorregiões Culturais do Ceará, tem os seguintes objetivos:
a) Fortalecer a política de formação para a área do Teatro;
b) Desenvolver um Programa de Formação em Artes Cênicas de caráter avançado;
c) Possibilitar o intercâmbio de saberes e fazeres entre profissionais, artistas, professores e pesquisadores das artes cênicas com professores mestres ou doutores em Artes Cênicas de Universidades brasileiras e estrangeiras;
d) Promover formação profissional para atender às demandas de produção, pesquisa e difusão do Teatro no Estado do Ceará;
e) Contribuir para a descentralização da formação em artes cênicas no Ceará;
f) Ampliar a democratização do acesso a bens e serviços culturais no campo do Teatro;
g) Contribuir para a formação de público.

6 Comentários

  1. Ótimo 2019, para todos nós.

    Sou Robério fefre, ator, diretor teatral, arte educador, cenógrafo, palhaçaria, maquiagem, figurinista, carpintaria teatral, com larga experiência de 40 anos nas artes cênicas, e ha 20 anos trabalho com o Projeto Cultural Educacional So para o panorama educacional, cultural socialcial O Teatro Vai à Escola, em varios municipios cearense. O trabalho que desenvolvo nos interiores é muito importante para o panorama educacional, cultural e social.

    • Que bacana Robério, ficamos feliz em conhecer um pouco da sua história, esperamos que você se inscreva no edital assim que o mesmo for aberto. Por enquanto estamos com o edital em atendimento ao MROSC e no dia 27 de janeiro ele abre para os proponentes puderem assim realizar suas inscrições.

  2. Vai ser só para o Teatro? E a Dança?

    • Oi Paulo, boa tarde, você chegou a ler o edital na integra?
      Caso não segue o link direto – encurtador.com.br/gjEF8 nele tem todas informações, mas lembramos que o edital é voltado a Artes Cênicas.

  3. Sou Márcio Músico e Padagogo e trabalho muito com Artes. Não sou pessoa jurídica apenas um cidadão comum. Posso participar do processo seletivo.

    • Não pode, segundo o item 6.1 do edital:

      Poderá se inscrever somente PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO SEM FINS LUCRATIVOS, com sede ou domicílio no Ceará, que cumpra os seguintes requisitos:

      a) Mínimo de 2 (dois) anos de existência, com cadastro ativo, comprovados por meio de documentação emitida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, com base no Cadastro
      Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ;
      b) Experiência prévia na realização, com efetividade, de ações no campo cultural, especialmente na área das artes cênicas;
      c) Instalações, condições materiais e capacidade técnica e operacional para o desenvolvimento das atividades prevista no Termo de Referência (Anexo I);
      d) Já tenha realizado projetos de formação em artes cênicas que tenha contemplado um mínimo de 400 pessoas ao todo;
      e) Já tenha realizado, no mínimo um evento ou ação cultural com público mínimo de 600 pessoas.

ACESSO RÁPIDO